Presépios do Minho e do Mundo em Valença – Portugal

O Núcleo Museológico de Valença recebe uma mostra internacional de mais de 70 presépios, do Minho e vários cantos do mundo, entre 8 de Dezembro e 8 de Janeiro. A iniciativa é da Câmara Municipal de Valença e a inauguração está marcada para 8 de Dezembro, às 14h00.   África do Sul, Colômbia, Brasil, Palestina, Peru, Portugal e Espanha são alguns dos países representados na primeira mostra de presépios de Valença. O presépio do Peru tem a particularidade de ter sido elaborado, de forma tradicional, por uma tribo indígena  A região vidreira da Marinha Grande com os trabalhos em vidro, os Açores, o Alentejo e a terra do barro Barcelos com trabalhos da conceituada artesã Rosa Ramalho são algumas das zonas de Portugal mais representadas nesta mostra. A exposição de presépios passa as portas do núcleo e reproduz-se em várias dependências municipais, casas comerciais e nas ruas em especial no Largo Drº José Maria Rodrigues onde se encontra já um presépio de troncos, elaborado pelos serviços municipais.  Recordar as mais singulares tradições do Natal e dos Reis, uma época culturalmente tão rica e viva em Valença, é o grande objectivo desta primeira mostra de presépios, segundo o Presidente da Câmara, Jorge Salgueiro Mendes. Uma oportunidade singular para visitar Valença e apreciar o ambiente especial proporcionado pelo programa Fortaleza Natal que pretende  ser uma marca na promoção do comércio tradicional, da hotelaria e cultura valenciana. A exposição de presépios conta com a especial colaboração da Catedral de Tui, do Centro de Actividades Ocupacionais da A.P.P.A.C.D.M. de Valença, de coleccionadores particulares, da Associação de Amigos da Catedral de Tui, do Rancho Infantil de Friestas, dos antiquários e de vários estabelecimentos comerciais de Valença. Um presépio minhoto tradicional, com base em musgo, a representação de Belém e onde, por norma, não faltam as típicas paisagens minhotas com os moinhos, os agricultores, os  pastores, os carro de bois, os regatos, etc.  A mostra contará, também, com um presépio em tamanho natural onde a a madeira, a pedra, o tecido e a pedra farão uma representação castiça do Belém.  Azulejo, tecido, marfinite, vidro, barro, madeira, ferro, bordados, esferovite, musgo e prata são alguns dos materiais mais presentes nos trabalhos presentes a a exposição.   A entrada na exposição é livre de segunda a sábado, entre as 9h e as 17h, no Núcleo Museológico de Valença, na Praça-Forte.

Acerca de Vgomagazine

Revista Online.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: